n
Intranet
n
|
n
Mapa do Site
n
|
n
Fale Conosco
n
|
n
Acessibilidade
Transparência

INICIALA SECRETARIACIDADÃOSEMPRESASGOVERNOSERVIDORESAJUDA
Notícias
Minas On-LineMinas On-line alternativo
Operação apura suspeita de sonegação fiscal em rede de óticas de Juiz de Fora
Força-tarefa foi formada pela SEF/MG, Ministério Público Estadual e Polícia Civil


Força-tarefa composta pela Secretaria de Estado de Fazenda de Minas Gerais (SEF/MG), Ministério Público Estadual e Polícia Civil deflagrou, nesta terça-feira (21/11), a primeira fase da operação "Armação", direcionada a apurar a suspeita de venda de óculos, lentes e armações sem procedência comprovada, no comércio de Juiz de Fora.


Segundo apurado, uma rede de lojas de óculos e equipamentos de áudio e vídeo da cidade estaria comercializando os produtos sem nota fiscal. Os óculos seriam adquiridos no estado do Rio de Janeiro e guardados em um sítio localizado na região de Matias Barbosa.

A Secretaria de Fazenda já teria comprovado que nos anos de 2015 e 2016 foram comercializados centenas de óculos sem que a empresa comprovasse com notas fiscais a aquisição, configurando uma sonegação fiscal superior a R$ 1 milhão, além de causar prejuízos diretos ao consumidor.

Os envolvidos estão sendo investigados pelos crimes de sonegação fiscal e organização criminosa. Em caso de condenação, as penas podem chegar a dez anos de reclusão.

Na operação desta terça-feira, foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão, nas cidades de Juiz de Fora e Matias Barbosa. Todas as lojas do grupo foram objeto da fiscalização para contagem física de produtos e verificação de origem.

Foram empenhados na operação 18 agentes da polícia civil, três delegados, 45 auditores fiscais e três promotores de Justiça.


nada

SEF

Rodovia Papa João Paulo II, 4.001 - Prédio Gerais (6º e 7º andares) - Bairro Serra Verde, Belo Horizonte/MG CEP 31630-901

Aspectos legais e responsabilidades.